FRASES DO DIA

Abrace o novo dia com a força e determinação do guerreiro que luta para conquistar a vitória mais importante da sua vida.

Nunca é cedo demais para dizer “preciso de você” assim como nunca é tarde demais para dizer “me perdoe”. Tenha um ótimo dia!

Além de confessar participação na sequência de mortes de mulheres emGoiânia, o vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, preso pela Polícia Civil, afirmou em depoimento aos policias, nesta quarta-feira (15), que teve envolvimento em 39 assassinatos na capital. Segundo o secretário de Segurança Pública Joaquim Mesquita, o homem confessou autoria em oito dos 15 casos de crimes contra mulheres investigados por uma força-tarefa da corporação que há dois meses apurava os homicídios.
Uma fonte interna da Polícia Civil confirmou ao G1 que dentre os oito crimes, estão as mortes da dona de casa Lílian Sissi Mesquita e Silva, de 28 anos, em 3 de fevereiro, Janaína Nicácio de Souza, de 25 anos, e Bruna Gleycielle de Sousa Gonçalves, 26 anos, ambas mortas em 8 de maio, e Ana Lídia de Souza, 14 anos, assassinada em 2 de agosto. 
Ao contrário do divulgado pela polícia no início das investigações, o delegado geral da Polícia Civil João Gorksi afirmou, nesta manhã, que se trata de um caso de assassino em série. "Eu acredito que é um serial killer. No começo ele matava aleatoriamente, no fim ele estabeleceu um padrão", afirmou. De acordo com a polícia, dentre os demais crimes cometidos pelo homem estão mortes de moradores de rua e homossexuais. Os outros homicídios de mulheres não assumidos pelo homem continuarão sendo investigados.
A polícia afirma que há cerca de um mês as investigações já apontavam para o suspeito como autor dos crimes, mas ele só foi preso na terça-feira (14), na Avenida Castelo Branco, na capital. Com o suspeito foi apreendida uma motocicleta. Na residência dele também foi apreendido um revólver calibre 38. A polícia não informa a quantidade de material apreendido nem suas características. O homem está detido na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios.
O advogado do suspeito, Thiago Huascar, disse que não tinha como se pronunciar sobre o caso, pois só teve acesso à procuração nesta manhã. “Vou aguardar os andamentos e ver o que está sendo a acusação contra ele”, informou o advogado.
Reações:  

0 Response to ' Polícia diz que jovem confessou 39 mortes e crê em ação de serial killer '

Postar um comentário

VÍDEO DA SEMANA